A Caminho do Tesouro : Mansands

Esta quarta-feira amanheceu radiosa e solarenta. O céu estava límpido, de um azul celeste e as nuvens negras dos últimos dias de Inverno não tiveram coragem de aparecer e roubar este belo espectáculo da natureza. Dias luminosos e quentes como este são raros no cenário meteorológico da Inglaterra, por isso resolvemos fazer-nos à estrada e dar um passeio em família. O Russell disse-me que queria mostrar-me um lugar perfeito para o nosso passeio. Chamava-se Mansands e seria o recanto ideal para desfrutarmos da companhia uns dos outros e da comunhão com Deus. Hoje não podíamos contar com a companhia do meu cavaleiro andante, o meu cúmplice de passeios, o Joshua David, pois estava no College a ter aulas. Teeno a certeza de que o passeio também seria divertido, pois o Joshua tem um sentido de humor, um sorriso e umas gargalhadas contagiantes! Estacionámos o carro a meia milha de Mansands! Para lá chegarmos tivemos que enfrentar uma longa caminhada.

2017-04-19 12.32.44

Enquanto caminhávamos pelo caminho estreito situado no meio da floresta, pus-me a pensar que vivemos numa Era em que queremos tudo de imediato, instantaneamente, como o fast-food! À medida que vamos crescendo começámos a ficar impacientes com o desenrolar do tempo. Queremos que ele corra rapidamente e ao sabor da nossa ansiedade para alcançarmos depressa os nossos objectivos!  Desejamos que os nossos alvos se materializem num ápice e esquecemo-nos que todas as coisas precisam de tempo para germinarem, para crescerem, para amadurecerem e para se aperfeiçoarem. É fundamental que aprendamos a respeitar cada nuance do desfilar deste processo chamado tempo! À semelhança do caminho que estávamos a percorrer, o caminho da vida que nos leva ao nosso porto seguro nunca é fácil! É tortuoso, íngreme e cheio de pedras e obstáculos. Passados uns 20 minutos, Eu e a Nísia, a minha princesa guerreira, começámos a sentir o peso do cansaço e o desejo ardente de chegar a Mansands e descobrir o paraíso de que o Russell tanto nos falara.

2017-04-19 12.30.29

Durante esta longa caminhada, lembrei-me que no caminho da vida enfrentamos esperas indefinidas, mágoas intensas e ressentimentos que se comparavam com os ramos que repentinamente obstruíam displicentemente os atalhos que por vezes escolhíamos para encurtar a distância. No caminho da vida, por vezes somos assaltados por um medo avassalador por temermos não ser capazes de chegar ao nosso destino! Todavia, a vida exige que nós sejamos persistentes, perseverantes e guerreiros, sobretudo quando surgem os galhos secos e agrestes que agora começavam a arranhar rispidamente os nossos braços. Esta situação faz-me reflectir nas desilusões impiedosas que a vida nos obriga a enfrentar com coragem e como o cansaço das nossas frustrações e inquietações nos impedem de perceber o fascínio das pequenas e simples coisas do dia a dia, das conversas breves, mas significativas com aqueles que nos são preciosos. Então fizemos uma pausa na caminhada e nos pusemos a observar os pequenos recantos florais que brotavam nos lugares mais inóspitos da floresta. Inspirámos profundamente o perfume das flores campestres, o cheiro da floresta e dos pastos verdejantes que ladeavam o caminho. Que refrigério!

É fundamental que comecemos a conviver intimamente com a importância e a inevitabilidade do tempo de espera nas nossas vidas. Inesperadamente, avistamos o azul brilhante do mar, ouvimos o som das ondas ondulando ao compasso da maré e a espuma branca beijar a areia das margens da praia. Acelerámos o passo e finalmente chegámos ao nosso porto seguro. Ao pequeno paraíso de que o Russell nos falara. Ah! Fomos invadidos por uma poderosa sensação de liberdade!

2017-04-19 12.36.58

Erguemos os braços aos céus e agradecemos-Lhe por aquele pedaço do céu, pela Sua perfeita criação! Encontrámos o nosso Tesouro! Devemos crer que são nos tempos de espera que aprendemos a lutar com garra pelos nossos sonhos, a valorizar cada detalhe dos nossos projectos e que amadurecemos através dos contratempos e dos desafios que vão surgindo. Não nos devemos intimidar com as dificuldades, o sofrimento, o cansaço, as frustrações, o medo de fracassar e a incerteza do futuro que enfrentamos durante o percurso da caminhada, pois só assim seremos capazes de  conquistar os diamantes mais valiosos e lapidados da nossa existência: o grande amor das nossas vidas, as amizades que nasceram no coração de Deus, os cursos que abrem portas para o nosso futuro, as aventuras extraordinárias que vivemos, as viagens inesquecíveis que fizemos, os livros e os poemas mais impactantes e líricos que já escrevemos, as pregações mais ungidas que já ouvimos e que mudaram radicalmente a nossa trajectória espiritual, as músicas mais belas e melodiosas que já compusemos e os encontros mais sobrenaturais e tremendos que já tivemos com Jesus! Então finalmente entenderemos que esta espera nos ensina o quanto ambicionamos desejamos este Tesouro tão precioso! Olhamos à nossa volta e ficámos fascinados com a beleza daquele lugar! Que paisagens maravilhosas, que rochas eximiamente esculpidas pelo Criador, as pedrinhas estavam geometricamente espalhadas pela areia da praia, a brisa acariciava os nossos rostos, a canção vibrante das ondas do mar enchia o ambiente e ao longe avistámos as ovelhas felpudas a pastarem nas imensas e verdejantes montanhas.

2017-04-19 12.38.17

A presença graciosa, ungida e inefável de Jesus arrebatou-nos! Embrenhámo-nos numa conversa genuína permeada pela partilha dos planos que o Senhor sonhou para nós e sentimos o prazer de estar juntos como família! Desfrutámos da força e da felicidade dos laços amorosos que nos unem e então mergulhamos nas águas vivas da oração ungida e de fé! Então experimentámos a plenitude da genuína comunhão com Deus!

2017-04-19 12.51.54

Precisamos de entender que todas as coisas valiosas, essenciais e determinantes para as nossas vidas e o nosso Tesouro Precioso, não acontecem instantaneamente, nem no nosso tempo, mas sim no Tempo perfeito de Deus. Precisamos ser capazes de suportar a dureza e a aridez do deserto da espera para conquistarmos a terra prometida dos nossos sonhos, da intimidade com o Amado das nossas almas, da Sua presença gloriosa, dos milagres e das bênçãos de Jesus! Este passeio em família foi uma verdadeira aventura emocional, existencial e espiritual! Como vale a pena fazermos regularmente passeios pelas belas paisagens e cenários da natureza, e pelas paisagens e cenários das nossas almas e dos nossos espíritos! Russell Durose, meu amor, fico a dever-te essa!

2017-04-19 12.55.26

Para desfrutar de mais fotos deste belo passeio CLIQUE AQUI!!!

Advertisements

2 Comments Add yours

  1. Isabel T. says:

    4ª feira vocês viveram um dia abençoado, tiveram 2 tempos a vosso favor: o meteorológico e o cronológico, para além de um guia que vos conduziu a um lugar inspirador: Mansands (areias do homem?).
    Tendo passado pela experiência da surpresa provocada pela paisagem inglesa em dia de sol,o impacto provocado e li-o nas consequências. Há qualquer coisa nela que desperta em nós sentimentos positivos e mais do que isso, lembra o paraíso, não só visualmente, mas o contacto com o ritmo próprio e ancestral da natureza acaba por deixar em nós a marca que despoletou essa reflexão tão pertinente acerca dos nossos receios e de como o olhar para o essencial: a flor amarela, o verde das plantas o azul do mar e do céu, são a chave para nos fazer entender que tudo acontece no seu tempo e que tendo a rosa espinhos não deixa de ser bela. Também a abelha que nos salta ao caminho e assusta divide connosco o mesmo lar, levando a sua vida no seu tempo e ao seu ritmo e essa proximidade com os ritmos da natureza e do seu Criador são a terapia para entendermos com clareza os processos por que passamos e que embora não sejam lineares, têm as suas etapas que não devemos queimar para, no final, saborearmos melhor o sucesso dos objetivos atingidos.

    Like

    1. Sempre que leio os teus comentários lembro-me da teoria da literatura que se chama A Estética da Recepção, que afirma que a obra literária só fica completa com a leitura do leitor. Tu sem dúvida vais sempre mais além das minhas reflexões e acrescentas outros aspectos da análise emocional, espiritual e intelectual das experiências que vivenciamos. És sem dúvida uma das comentadoras mais consistente, assídua e inspiradora dos posts que faço periodicamente no meu Blog. Te amo até à lua. Bjs Mil

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s