A Dor Emocional: Quebrando o Estigma – Introdução

estigma

es·tig·ma

Aquilo que é considerado vergonhoso ou desonroso; mácula

Este tema além de ser extremamente abrangente, nos convida a uma série de reflexões!

Actualmente vivemos na “Era dos Estigmas”,ou seja arranjamos rótulos para tudo aquilo que não conhecemos, ou para tudo aquilo que por preconceito consideramos vergonhoso, desonroso, ou uma mancha social. No mundo, ou na sociedade em que vivemos há toda uma série de vivências/de tabus/de comportamentos sociais que segundo a nossa perspectiva fogem do conceito daquilo que achamos ser “normal”, contudo isso não nos dá o direito de fazer julgamentos gerados pela nossa ignorância. Julgamo-nos portadores de “verdades absolutas”, pois desvalorizamos o poder das palavras! Não nos esforçamos por nos colocar no lugar do outro e apenas “gritamos” palavras vazias de entendimento e sensibilidade. Não sabemos fazer a diferença entre o respeitar os sentimentos e situações vividas pelos outros, do que é impor a nossa interpretação das mesmas.

A palavra deve ser sempre uma ferramenta para a contruir pontes de comunicação, de esperança, compaixão, de fé e amor e jamais uma arma para ferir, magoar e agredir aqueles que catalogamos como os estigmatizados da sociedade!

Nesta série de reflexões juntos vamos reflectir sobre os estigmas seguintes:

  • Depressão
  • Ajuda psicológica
  • Racismo e Sexismo
  • A “Deficiência”
  • Comportamentos sociais

É importante que deixem os vossos comentários, pois um texto, ou uma reflexão só são pertinentes e interessantes, quando são lidos activamente e são acompanhados por uma partilha genuína de opiniões diferentes e um desejo de crescer em termos de conhecimento!

Aceitam o desafio?

Advertisements

7 Comments Add yours

  1. RENATA SOUZA says:

    Desafio aceite!
    Que sejam mais as pontes que nos unem como parte de um todo a que os muros que nos separam e nos impedem de ver ali, do outro lado,
    Que Deus continue sendo a tua fonte de inspiração 😚😘😙❤🙇

    Liked by 1 person

  2. RENATA SOUZA says:

    Desafio aceite!
    Que sejam mais as pontes que nos unem como parte de um todo a que os muros que nos separam e nos impedem de ver ali, do outro lado,
    Que Deus continue sendo a tua fonte de inspiração 😚😘😙❤ te amo 🙇

    Liked by 1 person

    1. Concordo plenamente, meu “Tesouro Precioso”. Que as nossas palavras não sirvam
      para construir muros de separação e divisão, mas tão somente para construir pontes de amor, esperança, fé e paz! Uma semana abençoada, amada minha!

      Like

  3. Lucia Esteves says:

    Boas reflexões amiga. A Biblia fala muito acer ca do poder da língua e da nossa mente. Que Deus nos ajude a sermos edificadores e não pessoas que julgam. Continua o bom trabalho. 😊💗

    Like

    1. Sem dúvida, querida Lúcia. Sem Deus nada sou, nada posso e perco a minha verdadeira identidade. A minha oração e desejo é que este Blog seja um espaço e que o Senhor reine. Bjs Mil

      Like

  4. Isabel T. says:

    Imagino que deva ser doloroso fazer parte de um grupo de estigmatizados (os árabes são todos terroristas/ os emigrantes tiram-nos o trabalho e são potenciais delinquentes…), sobretudo quando o estigma não nos serve de molde. Penso que o estigma decorre de generalizações ao serviço do ódio e do afastamento do que é diferente da nossa realidade. A palavra torna-se o meio para desfazer o equívoco, mas é uma arma de 2 gumes, convém, então, manuseá-la com destreza porque tanto é promotora da paz como o inverso, veja-se as guerras de informação e contra-informação entre a administração Trump e os jornalistas. O sorriso em direção ao outro é o nosso 1º cartão de visita, depois há a palavra que pode promover a aproximação se soubermos usá-la nesse sentido. A harmonia entre todos é uma conquista difícil de manter, mesmo no seio da própria família, pois somos seres emotivos em permanente rota de colisão com os interesses, a sensibilidade, a agenda dos outros. Saibamos ter discernimento para solucionar os pequenos e grandes desafios que nos aparecem no caminho, evitando empolar os pequenos acidentes de percurso.

    Like

    1. Tremendo, o teu texto de opinião! Que as nossas palavras não semeiem preconceitos, dores, sabedoria, fé, esperança e amor. É fundamental que tenhamos discernimento, maturidade espiritual e emocional para sabermos manusear as nossas palavras com clareza, destreza e transparência. Que as nossas diferenças não nos afastem, mas nos enriqueçam, pois só assim seremos capazes de promover a paz e a cura e quebrar todo o tipo de estigmas! Bj grande, minha doce Isabel

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s